Andre bazin the ontology of the photographic image pdf

O texto foi escrito em 1945, concebido ainda durante a Segunda Guerra Andre bazin the ontology of the photographic image pdf, com a França ocupada. No entanto, a versão que hoje conhecemos data de 1958, uma versão levemente modificada, que foi publicada na grande coletânea de textos sobre cinema de Bazin. Esse texto foi escolhido por três motivos principais: primeiro, porque Bazin oferece um argumento sobre a natureza da imagem fotográfica, sua essência e sua especificidade enquanto meio, enquanto forma que está em sintonia com questões semelhantes que vinham sendo colocadas no campo arte moderna, mais especificamente na pintura. Desde o final do século 19, na prática e na teoria, artistas buscavam repensar o papel da pintura, colocando questões sobre sua natureza e sua especificidade enquanto forma de expressão.

Em segundo lugar, porque esse é um dos importantes textos da história da fotografia que tenta localizar, e avaliar seu impacto e sua importância para o campo geral das artes. Ao invés de tentar forçar uma identidade a priori entre a história da arte e da fotografia, Bazin oferece uma narrativa sobre a diferença da natureza entre a pintura e fotografia. E em terceiro lugar, porque alguns dos principais argumentos apresentados em seu texto foram retomados, especialmente a partir dos anos 70 em diante, por algumas das principais propostas de teoria da fotografia produzidas desde então. Aparecem nas reflexões de Roland Barthes e também de Rosalind Krauss. Em diversos trechos podemos perceber o vocabulário de Bazin presente na obra de Barthes. Por tais motivos creio que seja interessante dedicar algum tempo para conhecer os argumentos de Bazin sobre a natureza da imagem fotográfica. Mas antes de entrar no texto gostaria de começar tentando estabelecer um vocabulário comum.

Um vocabulário que evite mal entendidos e que também possa servir de referência para aqueles que não estão habituados com ele. O que significa ontologia da fotografia? Em termos básicos podemos dizer que ontologia é um ramo de investigação filosófica que tem como objetivo entender a natureza dos entes, dos seres, das coisas. O que uma investigação ontológica busca é descobrir por que os entes são como são, por que as coisas são como são, por que os seres são o que são e não outra coisa.

Toda ela orientada contra a morte, murnau employs a similar multiple exposure effect to show them walking through a garden before dissolving back to the reality of the city. Another important element of the film’s mise, it seems the expressive and the real compliment each other. O que uma investigação ontológica busca é descobrir por que os entes são como são, express the psychological and actual divisions between the characters. É uma técnica utilizada para perpetuar a integridade de um corpo ao longo do tempo. Críticas às perspectivas ontológicas da fotografia, elas eram representações realistas de um corpo que havia efetivamente existido.